DANÇA COMO AREA DE CONHECIMENTO: POSSIBILIDADE DE ARTICULAÇÃO ENTRE ARTE E CIÊNCIA

Clotildes Maria de Jesus Oliveira Cazé

Resumo


Este texto pretende contribuir para a discussão sobre Arte e Ciência observando a possibilidade de interfaces entre essas áreas que fazem parte do processo evolutivo da espécie humana e posicionar a dança como área de conhecimento nesses questionamentos. O interesse pelo tema surgiu a partir dos debates nas diferentes disciplinas do Mestrado em Dança sobre o tema Dança como ação cognitiva do corpo e a busca da atitude científica. Apresenta autores como Coelho e lanni, que apontam alguns posicionamentos sobre as possíveis interfaces e zonas de atrito entre Arte e Ciência.Autores como Katz e Vieira, que analisam a dança sob este novo prisma, baseados em estudos das Ciências Cognitivas, Teoria do Corpomídia, Teoria dos Sistemas, são observados no texto. Descreve ainda a concepção do Mestrado em Dança da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia - UFBA, pioneiro na América Latina. A conclusão tenta demonstrar que é possível perceber dança como arte e ciência ao mesmo tempo.

Palavras-chave: Arte. Ciência. Dança.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v1i0.594

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19