THE AFRO-AMERICAN WOMAN PORTRAIT IN ZORA NEALE HURSTON’S THEIR EYES WERE WATCHING GOD

Marilene Bauer dos Santos

Resumo


Neste artigo, fazemos uma análise do papel da protagonista Janie Crawford na obra Their Eyes Were Watching God (1937), da escritora, antropóloga e folclorista afro-americana Zora Neale Hurston. A autora, por meio da voz ficcional da mulher negra e do discurso vernacular da sua raça, inserida na primeira comunidade negra – Eatonville – nos Estados Unidos, apresenta, nessa obra, a imagem de uma mulher afro-americana do início do século XX, que, mesmo carregando o estigma dos seus ancestrais, foge do comportamento-padrão do seu grupo étnico, demostrando sua consciência individual que a identifica como um ser inserido no universo.

Palavras-chave: Mulher. Gênero. Raça.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v1i0.776

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19