CONJECTURAS SOBRE A CULTURA FORMAL DA ESCRITA METODOLÓGICO-CIENTÍFICA E OS MODOS DE COMPREENSÃO HIPERMIDIÁTICA

Sérgio Bairon

Resumo


O artigo analisa a relação entre os modos de ser da compreensão, de um lado presentes na formalidade da escrita e, de outro, expressos nas potencialidades da linguagem hipermidiática. A metodologia científica elegeu a escrita analítica como a expressividade máxima da verdade científica, já a manifestação multimidiática da hipermídia tem demonstrado uma grande potencialidade de renovação à estrutura analítica do conhecimento. Para além da escrita, oralidades, imagens e sonoridades recebem cada vez mais espaço de expressão na linguagem digital e esse fato altera, definitivamente, o modo de ser da compreensão.

Palavras-chave: Linguagem hipermidiática. Escrita. Compreensão. Conhecimento. Cultura popular.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v2i0.737

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19