PAI CONTRA MÃE: RELEITURA DRAMÁTICA PARA GOSTAR DE LER

André Luis Mitidieri, Deisi Daiane Gehrke

Resumo


O principal desafio dos governos, estabelecimentos de ensino e docentes, no meio escolar, é o de levar o aluno ao aprendizado da leitura, escrita e cálculo. O que deveria ser básico no processo ensinoaprendizagem se tornou um desafio aparentemente complexo para os educadores do século XXI: assegurar ao educando a aprendizagem escolar e o gosto pela leitura. Atualmente, está claro que a leitura é muitas vezes imposta aos alunos, não existindo um incentivo real para despertar o gosto do educando em ler. Assim feita, a leitura torna-se maçante e desinteressante, de modo que os alunos criam verdadeira aversão a essa prática. Geralmente, também não existe o cuidado em adequar a leitura à faixa etária do aluno e à classe social, ou em buscar meios para tornar a prática atraente a eles. São muitos fatores que precisam ser vistos e repensados nesse sentido. Assim, a transformação das linguagens do texto narrativo ”Pai Contra Mãe”, escrito por Machado de Assis ao texto dramático, e as pesquisas histórico-sociais que visem a compor o cenário e o figurino de uma peça teatral, objetivando sua encenação, podem consistir formas criativas de tornar a leitura uma prática prazerosa para os alunos.

Palavras-chave: Conto brasileiro. Leitura. Linguagem teatral. Machado de Assis.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v1i0.710

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19