CADERNO DE CAMPO: UM INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO NA PERSPECTIVA INCLUSIVA

Elizete Vargas, Morgana Domênica Hattge

Resumo


A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho tem se constituído em um grande desafio. Assim, os cursos de Aprendizagem Comercial, idealizados e assegurados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), têm se tornado uma importante alternativa na garantia desse processo de inclusão. O presente artigo trata, em linhas gerais, do programa Jovem Aprendiz e da lei de cotas, bem como analisa a utilização do Caderno de Campo como instrumento alternativo de avaliação da prática realizada em empresa do Vale do Taquari/RS por jovens aprendizes com deficiência. Através deste estudo, foi possível perceber os resultados positivos do caderno de campo como instrumento avaliativo.

Palavra-chave: Inclusão. Caderno de campo. Pessoas com deficiência. Avaliação.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v2i0.395

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19