TRABALHO, MEMÓRIA E PRÁTICAS DE RECIPROCIDADE EM NARRATIVAS SOBRE A ALIMENTAÇÃO EM SANTA CRUZ DO SUL

Everton Luiz Simon, Éder da Silva Silveira

Resumo


O presente artigo propõe uma reflexão sobre a História da Alimentação e sua relação com as práticas de reciprocidade, cooperação e ajuda mútua sob o prisma da memória dos processos de cultivo e produção de alimentos em Santa Cruz do Sul. Para a realização desse estudo foram utilizados métodos de pesquisa bibliográfica, bem como entrevistas semiestruturadas com sujeitos qualificados na comunidade investigada. Como resultado, ficou evidente que nos processos de carneação ocorriam princípios e estratégias de cooperação e reciprocidade. As memórias e narrativas dos sujeitos entrevistados permitem inferir que formas autônomas de organização social caracterizaram o trabalho da carneação e a alimentação de homens e mulheres de Santa Cruz do Sul.
Palavras-chave: História da alimentação. Memória. Reciprocidade. Carneação.

ABSTRACT
The paper presents a reflection about the History of Food and its relationship with the practices of reciprocity, cooperation and mutual assistance under the prism of the memory of the processes of cultivation and food production in Santa Cruz do Sul. Were used bibliographic research methods, as well as semi-structured interviews with qualified subjects in the community investigated. As a result, it was evident that in the meat-packing processes there were principles and strategies of cooperation and reciprocity. The memories and narratives of the subjects interviewed allow to infer that autonomous forms of social organization characterized the work of meat and the men and women of Santa Cruz do Sul.
Keywords: History of food. Memory. Reciprocity. Work of meat.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, Verena. Histórias dentro da História. In: PINSKY, Carla Bassanezi (Org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2005.

ALGRANTI, L. M. História e historiografia da alimentação no Brasil (séculos XIV-XIX). In: CAMPOS, A. P. ; SILVA, G. V.; NADER, M. B.; FRANCO, S. P. ; FELDMAN, S. A. (Org.). A cidade à prova do tempo: vida cotidiana e relações de poder nos ambientes urbanos. 1aed.Vitória: GM Editora, 2010, p. 131-154.

ARMESTO, Felipe Fernández. Comida: uma História. São Paulo: Record, 2004.

ARON; Jean-Paul. Biologie et al.imentation au XVIIIe siècle et au début du XIX e siècle. In: Économies, Sociétés, Civilisations, a. 16, n. 5, p. 971-977, 1961. Annales... 16, 1961.

ARON; Jean-Paul. Sur les consommations avariées à Paris dans la deuxième moitié du XIXe siècle. In: Économies, Sociétés, Civilisations, a. 30, n. 2-3, p. 553-562, 1975. Annales... 30, 1975.

AYMARD; Maurice. Pour l’histoire de l’alimentation : quelques remarques de méthode. In: Économies, Sociétés, Civilisations, a. 30, n. 2-3, p. 431-444, 1975. Annales... 30, 1975.

BENASSAR; Bartolomé Goy Joseph. Contribution à l’histoire de la consommation alimentaire du XIVe au XIXe siècle. In: Économies, Sociétés, Civilisations, a. 30, n. 2-3, p. 402-430, 1975. Annales... 30, 1975.

BRAUDEL, F. Bebidas y excitantes. Madrid: Alianza Editorial, 1994.

BRAUDEL, F. Civilização material e capitalismo. Lisboa: Cosmos, 1970.

BRAUDEL; Fernand. Alimentation et catégories de l’histoire. In: Économies, Sociétés, Civilisations, a. 16, n. 4, p. 723-728, 1961. Annales... 16, 1961.

CARNEIRO, Henrique S. Comida e sociedade. Uma história da alimentação. Rio de Janeiro/RJ: Campus, 2003.

CARNEIRO, Henrique S. Comida e Sociedade: significados sociais na História da Alimentação. História: Questões & Debates (UFPR), Curitiba, n. 42, p. 71-80, 2005.

CASCUDO, L. C. História da Alimentação no Brasil. Belo Horizonte: Itatiaia, 1983.

ELIAS, Norbert. A Sociedade de Corte. Lisboa: Editorial Estampa, 1987.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador: uma história dos costumes. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994.

FLANDRIN, Jean-Louis; MONTANARI, Massimo. História da Alimentação. São Paulo: Estação Liberdade, 1998.

FLANDRIN; Jean-Louis. Le goût et la nécessité : sur l’usage des graisses dans les cuisines d’Europe occidentale (XIVe-XVIIIe siècle). In: Économies, Sociétés, Civilisations, a. 38, n. 2, p. 369-401, 1983. Annales... 38, 1983.

FREYRE, Gilberto. Açúcar. São Paulo: Cia. das Letras, 1997.

GIMENES, M.H.S.G. Por uma história da alimentação: dissertações e teses produzidas entre 1997 e 2014 na Universidade Federal do Paraná. Revista Helikon, Curitiba, v. 2, n. 4, p. 16-31, 2015.

LEVI, Giovanni. Reflexões sobre família e parentela. In: VENDRAME, Maíra Ines et al. Micro-história, trajetórias e imigração. São Leopoldo: Oikos, 2015.

MAURIZIO, Adam. Histoire de l’Alimentacion végétale depuis la préhistoire jusqu’à nous jours. Paris: Payot, 1932.

MAUSS, M. Sociologia e Antropologia. São Paulo: Casac Naify, 2003.

MCGEE, Harold. Comida & cozinha: ciência e cultura da culinária. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2015

MEIHY, J. C. S. B. Manual de história oral. São Paulo: Loyola, 2005.

MENASCHE, R.; SCHMITZ, L. C. Agricultores de origem alemã, trabalho e vida: saberes e práticas em mudança em uma comunidade rural gaúcha. In: A agricultura familiar à mesa: saberes e práticas da alimentação no Vale do Taquari. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2007.

MENASCHE, R.; MARQUES, F. C.; ZANETTI, C. Autoconsumo e segurança alimentar: a agricultura familiar a partir dos saberes e práticas da alimentação. Rev. Nutrição, Campinas, 21, jul./ago., 2008, p. 145-158.

MENEZES, U. T. B.; CARNEIRO, H. A História da Alimentação: balizas historiográficas. Anais do Museu Paulista - História e cultura material. São Paulo, v. 5, jan./dez. 1997, p. 9-91. Anais… 5, 1997.

MINTZ, S.W. Tasting food, testing power. Excursions into eating, culture and the past. Boston: Beacon Press, 1996.

MINTZ, Sidney W. Comida e antropologia: uma breve revisão. Rev. bras. Ci. Soc, v.16, n. 47, p. 31-42, 2001.

MINTZ. Sidney W. Sweetness and power. The place of sugar in modern history. New York: Viking Press, 1986.

MONTANARI. M. A cozinha, lugar da identidade e das trocas. In: MONTANARI, M. O mundo na cozinha: história, identidade, trocas. Estação Liberdade/SP: Senac, 2009.

MONTANARI. M. A fome e a abundância: história da alimentação na Europa. EDUSC, 2003.

MONTANARI. M. Comida como cultura. 2. ed. São Paulo: SENAC-SP, 2013.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

PECQUEUR, Bernard. A guinada territorial da economia global. Política e Sociedade. Revista de Sociologia Política, PPSP UFSC, 2009. Disponível em: <<http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/politica/article/viewArticle/11615&gt>. Acesso em: 20 jul. 2016.

PILLA, M. C. B. A; SAUCEDO, D. R. Apresentação. Revista Helikon, Curitiba, v. 2, n. 4, 2015.

SABOURIN; Eric Teoria da Reciprocidade e sócio-antropologia do desenvolvimento. Sociologias, Porto Alegre, a. 13, n. 27, mai./ago. 2011, p. 24-51.

SALAMAN, R. N. The history and social influence of the potato. Cambridge: Cambridge University Press, 1949.

SANTOS, Carlos Roberto Antunes dos. A alimentação e seu lugar na História: os tempos da memória gustativa. História: Questões & Debates (UFPR), Curitiba, n. 42, p. 11-31, 2005.

SANTOS, Carlos Roberto Antunes dos. História da Alimentação no Paraná. Curitiba: Fundação Cultural, 1995.

SANTOS Carlos Roberto Antunes dos. O lugar da alimentação na história. In: MONTEBELLO, Namcy de Pilla; COLLAÇO, Janine Leitch (Org.). Gastronomia: cortes e recortes. 2. ed. Brasília: SENAC/ DF, p. 82-95, 2009.

SILVEIRA, É. S. História Oral e memória: pensando um perfil de historiador etnográfico. MÉTIS: história & cultura, v. 6, n. 12, p. 35-44, jul./dez. 2007.

SIMON, Everton Luiz. Culinária regional: história, saberes e identidade regional no Vale do Rio Pardo, RS/Brasil. 118 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade de Santa Cruz do Sul, 2014.

STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara. História, Memória e História da educação. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara (Org.). Histórias e memórias da educação no Brasil. Vol. III - Século XX. 4. ed. Rio de Janeiro: Vozes, p. 416-429, 2011.

STRONG, R. Banquete: uma história ilustrada da culinária, dos costumes e da fartura à mesa. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2004.

TEDESCO, João Carlos. Nas cercanias da Memória: temporalidades, experiência e narração. Passo Fundo: Ed, UPF; Caxias do Sul: EDUCS, 2004.

VENDRAME, M. I. Mobilidade, redes e experiências migratórias: reflexões sobre as estratégias de transferência dos imigrantes italianos para o Brasil meridional. In: VENDRAME, Maíra Ines et al. Micro-história, trajetórias e imigração. São Leopoldo: Oikos, 2015.




DOI: https://doi.org/10.25112/rpr.v1i0.1327

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19