A POÉTICA KNOPFLIANA: A ÁFRICA E O OCIDENTE COMO ESPAÇO DE DEVANEIO E MEMÓRIA

Paula Terra Nassr

Resumo


Este artigo apresenta a poética do escritor moçambicano Rui Knopfli, que escreveu parte da sua obra em Moçambique, porém após o período de independência em 1975, vê-se deslocado de seu tempo e espaço, devido ao seu modo diferenciado de representar os ideais políticos do período pós-colonial. É um sujeito que transita entre o ser africano e o buscar culturalmente influência nos cânones ocidentais, o que conferiu a seus versos uma expressividade inusitada.

Palavras-chave: Rui Knopfli. Moçambique. Entre-lugar. Poesia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v1i0.800

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19