APRENDENDO INGLÊS COM PINGUINS: O DESENVOLVIMENTO LINGUÍSTICO ATRAVÉS DO JOGO ELETRÔNICO CLUB PENGUIN

Conie Smolinski

Resumo


As mudanças trazidas pela tecnologia chegam à sala de aula e ao ensino de línguas, que não se limitam mais ao espaço físico e à prática com colegas próximos. Baseado na concepção de “edutainment” (Purushotma, 2005), este trabalho faz uma releitura dos conceitos de zona de desenvolvimento proximal (ZDP) e de andaimento da teoria sociocultural, aplicados à realidade dos jogos eletrônicos. Para tanto, realizamos um estudo de caso, em que analisamos as aulas particulares de inglês (L2) ministradas pela pesquisadora a alunos gêmeos, de sete anos, com a inserção do jogo eletrônico Club Penguin (www.clubpenguin.com). Percebemos que as características socioculturais da brincadeira, agindo na construção do aprendizado através da interação, não apenas foram mantidas no ambiente virtual, como também foram ampliadas pela instantaneidade e pela multimodalidade do jogo eletrônico, multiplicando as possibilidades de uso da língua-alvo.

Palavras-chave: Jogo eletrônico. ZDP. Andaimento. Edutainment. Club Penguin.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v2i0.762

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19