EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL : ARTICULAÇÃO NECESSÁRIA

Andrea Antinolfi Pereira, Dalila Inês Maldaner Backes

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo investigar de que forma a transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental influencia o processo de aprendizagem. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, a qual utilizou como instrumentos de coleta de dados entrevistas semiestruturadas e grupos focais. Nas entrevistas, o objetivo voltou-se a dialogar com duas professoras de Educação Infantil, duas docentes de 1º ano do Ensino Fundamental e três Coordenadoras Pedagógicas acerca de seu conceito de Educação Infantil, Ensino Fundamental e a influência da transição dessas etapas da Educação Básica para o processo de aprendizagem. Nos grupos focais, o objetivo dirigiu-se a verificar como as crianças percebem a escola de Ensino Fundamental, assim como a Escola de Educação Infantil. Foram efetivados quatro grupos focais, sendo dois na esfera infantil e dois no Ensino Fundamental. Através da pesquisa, percebeu-se que a díade entre Educação Infantil e Ensino Fundamental ainda não se concretizou, ocorrendo, na verdade, uma fragmentação entre essas duas etapas da Educação Básica. Dessa forma, compreende-se que a fragmentação existente entre Ensino Fundamental e Educação Infantil não favorece para que a transição seja um ponto potencializador da aprendizagem, a qual não inicia somente quando a criança passa a fazer parte do Ensino Fundamental.

Palavras-chave: Educação infantil. Transição. Ensino fundamental.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v2i0.758

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19