POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS E PROCESSOS DE INTEGRAÇÃO CULTURAL: O CASO DAS COMUNIDADES DE ORIGEM ALEMÃ NA REGIÃO DO VALE DO SINOS

Marília Andrade Torales

Resumo


A presente pesquisa inscreve-se no campo dos estudos sobre políticas educacionais e culturais, mais especificamente nos estudos que abordam os processos de integração cultural no espaço educativo escolar. A metodologia, de base qualitativo-biográfica, foi utilizada como caminho para alcançar o objetivo de compreender o processo de integração cultural de um sujeito bilíngue, tomando como referência sua história de vida em analogia ao seu contexto histórico e social. Nessa perspectiva, buscou-se enfocar o sentimento de rejeição gerado pelos conflitos vivenciados entre a cultura alemã e a brasileira, apresentando aspectos motivadores e os desafios desse processo de integração cultural. As referências vitais citadas são reais, focadas na imigração alemã no Rio Grande do Sul, mais especificamente na região do Vale do Sinos.

Palavras-chaves: Bilinguismo. Integração Cultural. Escola. Família.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v2i0.674

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19