O PROCESSO DE INCLUSÃO DE UM ALUNO CEGO NUMA ESCOLA REGULAR INCLUSIVA

Adriane Pieper Giacomet, Sandra Denise Linden

Resumo


O presente artigo relata o processo de inclusão de um aluno cego numa escola regular inclusiva de Novo Hamburgo. A inclusão pode ser dita como a Inserção de todos os alunos nas escolas comuns a partir da organização da escola/ensino de acordo com as necessidades apresentadas pelos seus alunos. A capacitação e a atualização de recursos humanos, as estratégias e os procedimentos, a adequação curricular, os materiais e os recursos específicos são pressupostos sem os quais a inclusão do deficiente visual no ensino regular não passa de uma utopia e de uma bem intencionada estratégia de adequação do atendimento.

Palavras-chave: Inclusão. Cegos. Escola Regular. Recursos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v1i0.599

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19