UMA ANÁLISE SOCIOLÓGICA EM GABRIELA, CRAVO E CANELA: A POLÍTICA DO BRASIL NO INÍCIO DO SÉCULO XX

Lucas de Melo Bonez

Resumo


A obra de Jorge Amado é bastante rica em questões sociais. A ideologia marxista é constante na primeira fase de suas obras, como em Cacau e Terras do sem fim. Em Gabriela, cravo e canela, resquícios deste tempo aparecem, através do enredo que é desenvolvido e até por características dos personagens. Neste artigo, mostraremos quatro pontos da política do Brasil no início do século XX e suas relações com a obra citada. Pelo autor ter um pensamento político forte, buscamos esta crítica sociológica para o desenvolvimento do trabalho.

Palavras-chave: diálogo, refletir, política.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rp.v2i0.557

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19