TRABALHO DOCENTE: REFLEXÕES SOBRE A SAÚDE E O SOFRIMENTO PSÍQUICO DO PROFESSOR

Glaé Corrêa Machado, Andréia Mendes dos Santos, Renata Santos da Silva

Resumo


Este texto versa sobre as implicações do trabalho docente na saúde e qualidade de vida do professor. A partir da concepção de que o trabalho é uma atividade fundamental para o desenvolvimento dos seres humanos, consideramos que o ato de trabalhar transforma a si mesmo no e pelo trabalho, relacionando-se diretamente com identidade social. Por outro lado, observa-se também que a centralidade que este ocupa na rotina cotidiana da vida humana, em especial da categoria, impõe uma relação conflituosa, pois, apesar de carregada de diferentes investimentos, as condições e as exigências do trabalho também são causas de doenças físicas e mentais. Nesta atividade laboral, articulam-se diretamente relações interpessoais, envolvendo experiências emocionais constantes. É um campo profissional onde a subjetividade dos afetos emerge no cotidiano, em relações diárias, envolvendo, na maioria das situações, crianças e jovens em desenvolvimento. Como tese, sustenta-se que estes movimentos, que possuem reflexo direto na organização dos processos de trabalho, produzem graves consequências sobre a saúde dos professores, em seus aspectos físicos ou psíquicos. Como ponto de partida, consideramos os resultados de um estudo que analisou aspectos referentes à saúde dos docentes da educação básica de sete estados brasileiros, entre outros, articulando uma discussão com uma análise qualitativa de diários de estágio em Psicologia Escolar. Nossas considerações ampliam as questões que se impõe ao docente na contemporaneidade e que lhes causam desgaste e consequente sofrimento psíquico.
Palavras-chave: Trabalho docente. Saúde do trabalhador. Qualidade de vida.

ABSTRACT
This text deals with the implications of teaching work on the teacher's health and quality of life. From the conception that work is a fundamental activity for the development of human beings, we consider that the act of working transforms itself into and through work, relating directly to social identity. On the other hand, it is also observed that the centrality it occupies in the daily routine of human life, especially in the category, imposes a conflicting relationship, because despite being loaded with different investments, work conditions and demands are also causes of illness. physical and mental. In this work activity, interpersonal relationships are directly articulated, involving constant emotional experiences. It is a professional field where the subjectivity of affections emerges in daily life, in daily relationships, involving in most situations children and young people in development. As a thesis, it is argued that these movements, which have a direct reflection on the organization of work processes, have serious consequences on teachers' health, in their physical or mental aspects. As a starting point, we consider the results of a study that analyzed aspects related to the health of basic education teachers from seven Brazilian states, among others, articulating a discussion with a qualitative analysis of internship diaries in School Psychology. Our considerations broaden the questions that are imposed on the teacher in contemporary times that cause them to wear and consequent psychic suffering.
Keywords: Teaching work. Worker's health. Quality of life.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rpr.v1i0.2034

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19