PRECONCEITO CONTRA A MULHER NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR NO NONO ANO

Marcelo Victor da Rosa, Marizete de Oliveira Souza, Andrey Monteiro Borges

Resumo


Este presente artigo refere-se às formas de preconceito/discriminação contra mulheres alunas e professora nas aulas de Educação Física na turma do nono ano de uma Escola do Município de Camapuã/MS. Tal pesquisa é de cunho qualitativo e teve como amostra o total de 20 alunos/as do 9º (nono) ano do Ensino Fundamental, sendo 11 meninos e 09 meninas. Temos por objetivo analisar as manifestações de preconceito/discriminação para com as alunas e professora durante as aulas de Educação Física. Para a coleta de dados realizamos observações e os registros foram feitos em um diário de campo. Verificou-se que a prática das referidas aulas se dão de forma mista. Os dados da amostra evidenciam preconceito e discriminação por parte de alunos em relação à participação das meninas durante as aulas de Educação Física, inclusive em aceitar que as aulas de treinamento sejam ministradas por uma professora, pois, em suas concepções, a “professora” não tem domínio de futebol e não os deixa jogar como querem.
Palavras-chave: Preconceito. Gênero. Educação Física Escolar.

ABSTRACT
This article refers to the forms of prejudice / discrimination against women students and teacher in the classes of Physical Education in the class of the ninth year of a School of the Municipality of Camapuã/MS. This research is qualitative and had as a sample the total of 20 students from the 9th (ninth) year of Elementary School, of which 11 were boys and 9 were girls. We aim to analyze the manifestations of prejudice / discrimination, towards the students and teacher during the classes of Physical Education. For the data collection we made observations and the records were made in a field diary. It was verified that the practice of said classes occur in a mixed way. The data of the sample show prejudice and discrimination on the part of the students regarding the participation of the girls during the classes of Physical Education, including in accepting that the training classes are taught by a teacher and in their conceptions "teacher" does not have a soccer field and do not let them play as they wish.
Keywords: Prejudice. Gender. School Physical Education.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rpr.v1i0.1789

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19