Dossiê: Influenciadores Digitais e Indústrias Criativas

2022-08-04

          As pesquisas sobre influenciadores digitais – hoje, comumente chamados de creators – vêm se consolidando a partir de diferentes perspectivas teórico-metodológicas: pelos estudos de celebridades (ABIDIN, 2018; ABIDIN, 2022), pela plataformização (POELL, NIEBORG, DUFFY, 2022; ARRIAGADA, BISHOP, 2021), pelos estudos de comunicação e mídia (KARHAWI, 2020), pelo trabalho digital (DUFFY, 2017). Essa pluralidade também tem dado origem a contornos de uma suposta disciplina (CUNNINGHAM, CRAIG, 2021; ABIDIN, KARHAWI, 2021) o que evidencia a frutífera discussão decorrente da temática e que se pretende evidenciar na publicação do dossiê Influenciadores digitais e indústrias criativas da Brazilian Creative Industries Journal.
          Para o escopo do dossiê, influenciadores digitais e/ou creators são entendidos como diferentes produtores de conteúdo que atuam – a partir de motivações profissionais e comerciais – em plataformas como Instagram, YouTube, TikTok, Twitch e outras. A indústria criativa, por sua vez, caracteriza-se por ter na criatividade e no capital intelectual seus principais valores e abrange atividades como as artes, os jogos, a comunicação, o design, o audiovisual, a computação, a tecnologia.
          Assim, tendo em vista a atuação profissional dos influenciadores digitais no campo da comunicação e nos mercados da indústria criativa, o presente dossiê tem como objetivo reunir trabalhos multidisciplinares capazes de articular aspectos como:
          - Influenciadores digitais e indústrias criativas;
          - Influenciadores digitais e modelos de negócios;
          - Influenciadores digitais e sociabilidades;
          - Influenciadores digitais e criatividade;
          - Influenciadores digitais, estratégias e produção de conteúdo;
          - Influenciadores digitais e relações com distintos mercados;
          - Influenciadores digitais, empreendedorismo e gestão;
          - Influenciadores digitais, consumo e marcas;
          - Influenciadores digitais, cultura pop e fãs;
          - Influenciadores digitais e plataformização;
          - Influenciadores digitais e relações de trabalho;
          - Influenciadores digitais e desinformação.
          Também serão considerados trabalhos que articulem questões mais amplas como perspectivas metodológicas e abordagens conceituais. São aceitos para publicação trabalhos produzidos por autores nacionais e estrangeiros (escritos em português e/ou inglês), bem como outros formatos diferenciados de conteúdo que contribuam com o desenvolvimento do campo. A revista aceita trabalhos de doutores, e de mestres e mestrandos (em coautoria com doutores). Os textos devem ser submetidos até 20/11/2022 diretamente no site da revista: https://feev.as/bcij-submissao 

Editora convidada: Dra. Issaaf Karhawi (Unisinos/RS)
Editora-chefe: Dra. Vanessa Amalia Dalpizol Valiati (Feevale/RS)

Envio de artigos: até 20 de novembro de 2022
Previsão de publicação: até 30 de janeiro de 2023

Referências bibliográficas
ABIDIN, Crystal. Internet celebrity: Understanding fame online. United Kingdom: Emerald Publishing, 2018.
ABIDIN, Crystal. Mapeando celebridades da Internet no TikTok: Explorando Economias da Atenção e Trabalhos de Visibilidade. Pauta Geral - Estudos em Jornalismo, v. 8, n. 2, p. 1–50, 2021. DOI: 10.5212/19881. 
ABIDIN, Crystal; KARHAWI, Issaaf. Influenciadores digitais, celebridades da internet e "blogueirinhas": uma entrevista com Crystal Abidin. Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 44, n. 1, 2021. 
ARRIAGADA, Arturo; BISHOP, Sophie. Between Commerciality and Authenticity: The Imaginary of Social Media Influencers in the Platform Economy, Communication, Culture and Critique, v. 14, n. 4, 2021. 
CUNNINGHAM, Stuart; CRAIG, David. Creator Culture: An Introduction to Global Social Media Entertainment. New York: New York University Press, 2021.
​​DUFFY, Brooke Erin. (Not) Getting Paid to Do What You Love: gender, social media and aspirational work. New Haven & London: Yale University Press, 2017.
KARHAWI, Issaaf. De blogueira a influenciadora: etapas de profissionalização da blogosfera de moda brasileira. Porto Alegre: Sulina, 2020.
POELL, Thomas; NIEBORG, David; DUFFY, Brooke Erin. Platforms and cultural production. Cambridge: Polity Press, 2022.