A CASTRAÇÃO MATERNA E AS POSSIBILIDADES DE SUBJETIVAÇÃO FEMININA: O MITO DE DEMÉTER

Luciana Maccari Lara

Resumo


O trabalho tem como objetivo contribuir para o pensar psicanalítico sobre as possibilidades femininas de subjetivação e sobre o lugar do narcisismo materno na constituição do ego e na construção do sujeito psíquico. Para tanto, serão discutidas as elaborações freudianas sobre o tema, além das ideias da psicanalista argentina Ana Sigal, e o grego mito de Deméter, a deusa-terra, e sua filha, Perséfone.
Palavras-chave: Narcisismo Materno. Constituição do Ego. Castração.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rpr.v2i0.1515

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-1112 
ISSN versão eletrônica: 2448-1939

Licença Creative Commons
A Revista Prâksis segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Prâksis - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 16/08/19