PERCEPÇÃO DOS CAVALGADORES SOBRE PERSPECTIVAS DO TURISMO ECOLÓGICO NO RIO GRANDE DO SUL

Sérgio Carvalho, Roberto Naime, Roberto Kieling

Resumo


A atividade de turismo rural caracteriza-se por ser desenvolvida em propriedades rurais onde a principal fonte de sustento seja a agropecuária. O turismo rural é apenas uma alternativa para elevação do nível de renda dos produtores rurais. É uma atividade multidisciplinar realizada em ambiente rural, que respeita todas as dimensões da identidade rural. Este trabalho realiza uma pesquisa sobre a percepção de um dos segmentos do turismo rural. É avaliada a percepção dos cavalgadores sobre itens relevantes e perspectivas do turismo rural no Rio Grande do Sul. Foi realizado estudo de campo com pesquisa qualitativa para avaliar a percepção dos participantes de cavalgadas rurais e dos proprietários. Os resultados da pesquisa estão apresentados e discutidos, sendo interpretadas as respostas obtidas no questionário aplicado, de acordo com a região geográfica de cada participante no estado. A preocupação com as condições sanitárias foi o item de infraestrutura mais importante. Existe a preocupação geral com o conforto representado pela energia elétrica; bons conjuntos sanitários e atendimento por recursos humanos qualificados foram preocupações hegemônicas no questionário sobre percepção. As estradas e a água são os itens de infraestrutura mais relevantes para os cavalgadores. Outro serviço essencial citado como importante pelos clientes e proprietários foram os banheiros. É importante destacar que os banheiros devem ter boas condições higiênicas, iluminação e ventilação natural, água quente nos chuveiros e revestimento de piso. A água foi eleita como o fator preponderante na manutenção da qualidade ambiental, tanto como elemento necessário para o conjunto da qualidade ambiental, como responsável pela criação e manutenção de condições sanitárias adequadas, tanto para a natureza quanto para o conforto e a segurança dos usuários.

Palavras-chave: Turismo Rural. Percepção. Cavalgadores.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rgd.v7i1.963

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


...........................................................................................................................................................................................................................

Principais indexadores:

Web of Science          Redalyc          Periódicos da Capes          Redib          Doaj          Ebsco          Erihplus          Latindex

............................................................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-5436
ISSN versão eletrônica: 2446-6875

Licença Creative Commons
A Revista Gestão e Desenvolvimento segue os critérios da Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Gestão e Desenvolvimento - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 15/08/19