A INFLUÊNCIA DA GESTÃO AMBIENTAL NA COMPETITIVIDADE E NO SUCESSO EMPRESARIAL

Autores

  • Roberto Naime Universidade Feevale
  • Ana Cristina Almeida Garcia Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.25112/rgd.v3i2.844

Resumo

A partir da Revolução Industrial, nos séculos XVIII e XIX, a força humana foi substituída pela máquina e o aumento da escala de produção e a geração de novas tecnologias iniciaram a gerar problemas no meio ambiente. Mas foi a partir da segunda metade do século XX, com o notável desenvolvimento da informática e a introdução de um mercado globalizado, que os problemas ambientais começaram a se tornar agudos e sem fronteiras nacionais. A consciência da situação do meio ambiente produz uma nova situação para a humanidade, que reage criando legislações ambientais severas e privilegiando organizações que tenham bom desempenho ambiental. Nesse contexto, a “International Organization for Standardization” cria uma discussão e chega a um consenso sobre o conjunto de normas para regular as relações entre as organizações e o meio ambiente. (ISO 14000). A importância da aplicação destas normas, conhecidas no Brasil por Sistemas de Gestão Ambiental (SGAs), na competitividade empresarial foi pesquisada em 20 empresas do setor coureiro-calçadista dos municípios de Taquara e Parobé no Rio Grande do Sul, sendo apresentada neste trabalho.

Palavras-chave: Gestão. Meio ambiente. Vantagem competitiva.

Downloads

Publicado

2006-01-01

Edição

Seção

Artigos Livres