COMUNIDADES VERDES MOBILE: UM ESTUDO SOBRE A RELAÇÃO DA IDENTIDADE SOCIAL E A INTENÇÃO DE COMPRA

Autores

  • Marcelo Curth Universidade Feevale
  • Alexandre Borba Silveira Faculdade Porto-Alegrense - FAPA
  • Juciele Pires Pinheiro Faculdade Porto-Alegrense - FAPA

DOI:

https://doi.org/10.25112/rgd.v18i1.2110

Resumo

RESUMO

A utilização de tecnologia vem sendo largamente utilizada para influenciar o consumo consciente, principalmente na formação de comunidades no contexto virtual. Por conta disso, este trabalho teve o objetivo de identificar as relações entre envolvimento cognitivo (EC), envolvimento afetivo (EA), identidade social (IS) e flow (FL) com a intenção de compra (IC). Para isso, foi realizada uma survey com 152 participantes de comunidades mobile (m-comunidades) ligadas ao consumo verde. Para o teste do modelo, foi utilizada a Modelagem de Equações Estruturais (MEE). Os resultados indicaram a relação positiva para identidade social e intenção de compra e identidade social e flow, além da influência positiva do envolvimento cognitivo para a formação da identidade social dos membros das comunidades. Os resultados contribuem para o entendimento de que a participação em tais comunidades se inicia por conta de elementos utilitários e de que a compra seria em estado de flow, após a formação de identidade. O estudo contribui para a literatura ao propor uma relação de participação em comunidades verdes relacionada com a identidade dos participantes.

Palavras-chave: Identidade social. Intenção de compra. Comunidades verdes mobile. Identidade social. Flow.

  

ABSTRACT

The use of technology has been widely used to influence conscious consumption, especially in the formation of communities in the virtual context. The present study aimed to analyze the relationships between cognitive involvement (CI), affective involvement (AI), social identity (SI) and flow (FL) with purchase intention (PI). Therefore, a survey was conducted with 152 participants in a mobile community (m-community) connected to green consumption. For the theoretical model, the Structural Equation Modeling (SEM). Results showed the positive relationship for social identity and purchase intention and for social identity and flow, in addition to the positive influence of the cognitive involvement for the formation of the social identity of the community members. The results contribute to understanding that participation in such communities starts with utilitarian elements and that the purchase would be in a flow state after identity formation. The study contributes to the literature by proposing a relationship of participation in green communities related to the identity of the participants.

Keywords: Social Identity. Purchase intention. Mobile Green Communities. Social Identity. Flow.

Biografia do Autor

Marcelo Curth, Universidade Feevale

Possui doutorado em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), mestrado pela Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Pós-Graduado em Administração e Marketing pela Universidade Gama Filho e Pós-Graduado em Educação pela Faculdade (SENAC-RS), graduação em Ciências do Desporto pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) e graduando em Administração pela UNISINOS. Os temas de interesse de pesquisa são comportamento do consumidor e marketing de relacionamento. Sócio proprietário da empresa Educare - Educação e Negócios, realizando consultorias m estratégias de marketing em micro e pequenas empresas.

Alexandre Borba Silveira, Faculdade Porto-Alegrense - FAPA

Doutorando em Administração pela Unisinos (turma 2016), Possui mestrado em Administração e Negócios pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2012), graduação em Administração de Empresas pela Faculdade Porto-Alegrense (1997). Professor convidado da disciplina de liderança empreendedora do MBA de Gestão Estratégica e Competitividade em Banrking da Unisinos; Professor das disciplinas de marketing, vendas, pesquisa e planejamento de marketing e ética, responsabilidade social e sustentabilidade da Faculdade Porto-Alegrense, professor titular das disciplinas de gestão empresarial, empreendedorismo e inovação da Fadergs e professor convidado do MBA de inovação em Comunicação da UCPEL, MBA em Marketing do São Judas Tadeu, MBA em Marketing do IMED e MBA em Marketing e Vendas do IBGEN. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração de marketing, atuando principalmente nos seguintes temas: marketing de produtos e serviços, marketing direto, marketing digital, mobile marketing, marketing interativo, gestão empresarial, empreendedorismo e inovação e gestão de marcas e parcerias. Profissional com 20 anos de experiência em Gestão de Mercado e Portfólio de Produtos e Serviços em empresas dos segmentos: Financeiro, Seguros, Telecomunicações (Operadoras de Celular) e Mídia tendo participado de 04 startups de Operações e Unidades de Negócios, atuando no gerenciamento e desenvolvimento de negócios, projetos, parcerias, produtos, serviços, indicadores comerciais, campanhas comerciais e de marketing direto e digital, negociando investimentos, custos dos projetos, campanhas e ações sendo responsável pela gestão, operação e geração de resultados.

Juciele Pires Pinheiro, Faculdade Porto-Alegrense - FAPA

Graduação em Administração pela FAPA e empreendedora.

Downloads

Publicado

2021-03-12