ANTECEDENTES DA INTENÇÃO DE RECOMPRA EM APLICATIVO DE HOSPEDAGEM

Marcelo Curth, Barbara Diogo de Paula

Resumo


O avanço tecnológico tem possibilitado o desenvolvimento de novos formatos de negócios no contexto virtual, sendo os casos dos aplicativos de reserva de locais e de experiências. No entanto, ainda são criadas barreiras no consumo em tais aplicativos, por conta da confiança dos participantes. Nesse sentido, o artigo tem como objetivo identificar a influência da utilidade percebida, da facilidade de uso e da confiança na empresa e em terceiros na intenção de recompra em aplicativos de hospedagem. Para isso, foi realizada uma survey com 176 usuários de um aplicativo de hospedagem (Airbnb) e a análise realizada por meio da modelagem de equações estruturais (MEE). Os resultados apresentaram que a utilidade percebida e facilidade de uso influenciam positivamente na intenção de recompra, porém a confiança na empresa e em terceiro não foi positiva. Além disso, a utilidade percebida influenciou positivamente a confiança na empresa e em terceiros, o que não ocorreu com a facilidade de uso. A pesquisa contribuiu para uma reflexão a respeito da nova economia ou da economia compartilhada, possibilitando reflexões para as empresas no que tange a importância da percepção de utilidade de seus aplicativos.
Palavras-chave: Percepção de utilidade. Facilidade de uso. Confiança. Intenção de recompra. Aplicativos móveis.

ABSTRACT
The technological advance has made possible the development of new business formats in the virtual context, being the cases of applications of places reservation and experiences. However, consumption barriers are still created in such applications, because of the confidence of the participants. In this sense, the article aims to identify the influence of perceived utility, ease of use and trust in the company and third parties in the intention of repurchase in hosting applications. For this, a survey was carried out with 176 users of a hosting application (Airbnb) and the analysis performed through structural equation modeling (SEM). The results showed that the perceived utility and ease of use positively influence the repurchase intention, but confidence in the company and in the third one was not positive. In addition, perceived utility positively influenced trust in the company and in others, which did not occur with ease of use. The research contributed to a reflection about the new economy or the shared economy, allowing reflections for companies on the importance of the perception of utility of their applications.
Keywords: Perceived usefulness. Perceived ease of use. Trust. Repurchase intention. Mobile apps.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25112/rgd.v17i1.1991

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


............................................................................................................................................................................................

ISSN versão impressa: 1807-5436
ISSN versão eletrônica: 2446-6875

Licença Creative Commons
Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Revista Gestão e Desenvolvimento - Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil).

............................................................................................................................................................................................................................
 
Desde 15/08/19