O TRANSBORDAR DO MÉTODO: QUANDO A INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA ENCONTRA O CONHECIMENTO COMUM

Autores

  • Humberto Ivan Keske Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.25112/rgd.v2i1.1061

Resumo

A necessidade de se pensar em uma metodologia formada a partir de saberes nômades, cuja permeabilidade articula diferentes campos de conhecimento, desde o enciclopédico até os saberes do cotidiano, nos serve de fio condutor deste ensaio, uma vez que tanto Edgar Morin, em sua série de livros que compõem O Método, quanto Michel Maffesoli, em O Conhecimento Comum, referem-se, justamente, a uma mesma preocupação: a necessidade de uma reorganização da estrutura do saber baseada entre uma articulação da ciência antropossocial com a ciência da natureza; do conhecimento científico-acadêmico, com a cotidianidade da vida humana mundana, com seus mitos, ritos e superstições, saberes populares ditos “vulgares” e por isso mesmo, banidos da Academia durante séculos.

Palavras-chave: metodologia; cientificismo; conhecimento comum; complexidade.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Livres