EDUCAÇÃO, PEDAGOGIA E JUSTIÇA SOCIAL NO ENSINO SUPERIOR EM AMBIENTE PRISIONAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25112/rco.v1i0.2371

Resumo

RESUMO

O mundo em permanente transformação, veloz, universal e em rede, e o advento da Internet propiciaram o surgimento de uma sociedade em rede marcada por mudanças acentuadas na economia, impulsionando o nascimento de novos paradigmas, modelos, processos de comunicação educacional e novos cenários de aprendizagem. É, precisamente, um desses novos cenários que pretendemos analisar, descrevendo o seu impacto no autoconceito académico de vinte estudantes reclusos da Universidade Aberta, Portugal, a partir da análise qualitativa das suas perceções e narrativas e tendo como referencial o Modelo Pedagógico desenvolvido por Moreira (2017) para o desenho de e-atividades de aprendizagem centradas na “desconstrução” de imagens em movimento. Os resultados mostram que o design do ambiente, ancorado neste modelo e na utilização de tecnologias audiovisuais, pode ter efeitos muito positivos no autoconceito académico dos estudantes do ensino superior, a nível das diferentes dimensões consideradas: Motivação, Orientação para a Tarefa, Confiança nas suas Capacidades e Relação com os Colegas. São discutidas as implicações dos resultados encontrados, tanto do ponto de vista de intervenção prática, quanto em termos de investigações futuras.

Palavras-chave: Pedagogia. Ambiente Educativo. Cinema. Educação para Todos. Justiça Social.

 

ABSTRACT

Both the world in permanent change, fast, universal and networked and the Internet have propitiated the emergence of a networked society marked by changes in the economy, setting the birth of new paradigms, models, processes of educational communication and new pedagogical scenarios. It is precisely one of these new pedagogical scenarios, that we intend to analyze, describing its impact on the academic self-concept of twenty prisoners/students from the Open University, Portugal, based on the qualitative analysis of their own perceptions and narratives having as reference the Pedagogical Model developed by Moreira (2017). The results show that the design of the environment, anchored in this model and the use of audiovisual technologies can have very positive effects on the academic self-concept of higher education students in the various dimensions taken into consideration: Motivation, Orientation for the task, Trust in their own capacities and Relationship with colleagues. The implications of the results are discussed not only from a practical intervention point of view but also in terms of future research.

Keywords: Pedagogy. Educational Environment. Cinema. Education for All. Social Justice.

Downloads

Publicado

2021-01-11

Edição

Seção

Artigos Livres